joaoroma.com.br-a733d00b-87d4-4524-b9cc-0aa9e1c017e3-678x381

João Roma pede ao ministro da Educação instalação de instituto federal em Ipirá

O deputado federal João Roma pediu ao ministro da Educação, Milton Ribeiro, a instalação de um instituto federal em Ipirá, no Território de Identidade Bacia do Jacuípe no estado da Bahia. O parlamentar se reuniu nesta quarta-feira (23) com Ribeiro e apresentou a um ofício formalizando a indicação, ressaltando que a região não possui nenhum campus da rede federal de ensino. Também participaram do encontro o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação.

Roma ressaltou que o estado da Bahia tem a característica de concentrar a maioria dos investimentos (saúde, educação, indústria e serviços) em municípios próximos à faixa litorânea, “excluindo das políticas governamentais grande parte dos seus mais de 14 milhões de habitantes”. Neste sentido, ele diz que há uma necessidade de criação de um núcleo de educação federal superior na Bacia do Jacuípe e salientou que esta é uma demanda antiga da região.

Milton Ribeiro de imediato passou a demanda para o secretário de Educação Profissional e Tecnológica e pontuou que entende a relevância dos institutos federais. O ministro ainda informou que o Ministério da Educação está avançando com um plano de estruturação dos centros de ensino.

“A concentração de investimentos em regiões prioritárias, a citar o caso do estado da Bahia, cria do lado oposto um bolsão de desigualdades e ausências de oportunidades, marcados, sobretudo, pela fome, miséria, ignorância, expansão da violência, bem como, altos índices de pessoas necessitadas de políticas sociais governamentais”, afirmou.

A proposta beneficia mais de 250 mil habitantes dos 14 municípios que integram o território (Baixa Grande, Capela do Alto Alegre, Gavião, Ipirá, Mairi, Nova Fátima, Pé de Serra, Pintadas, Quixabeira, Riachão do Jacuípe, São José do Jacuípe, Serra Preta, Várzea da Roça e Várzea do Poço). A taxa de analfabetismo na região chega a 25% da população.

Segundo o deputado, outros municípios que receberam este tipo de investimento tiveram, entre outros ganhos, geração de emprego e renda, dinamização da economia local, atração de novos investimentos e desenvolvimento territorial. “De maneira técnica e considerando as vocações territoriais, indica-se a abertura de cursos voltados para produção de moda ligada ao setor têxtil e coureiro por se destacar com um forte produtor de artefatos em couro, Agronomia, Medicina Veterinária, Direito, bem como cursos voltados a área de saúde”, complementou.

Também foi pauta da reunião a construção da escola Municipal AMA, em Salvador, assunto que Roma tem tratado desde o ano passado com o prefeito ACM Neto (DEM) e com o vice-prefeito Bruno reis (DEM). As informações são da assessoria do Deputado Federal João Roma.

 

Sem Comentários

Deixe uma Resposta

*

*