PC-001-e1596753276880-1200x900

Polícia Civil liberta mulher que era mantida em cárcere privado em Ipirá

Por volta das 16h40 desta quinta-feira (06), o Delegado Azevedo recebeu uma denúncia de uma jovem de 23 anos estaria sendo mantida em cárcere privado, e que estava sendo sofrendo agressões físicas e psicológicas por seu companheiro.

Imediatamente o Delegado Azevedo e sua equipe foram até o local verificar a veracidade das informações e ao chegarem a residência citada a equipe viu uma jovem no varandado da casa trancada chorando e muito nervosa. Os policias cercaram as laterais da residência e outros arrombaram o cadeado libertaram a vítima.

O agressor foi perseguido pelos policias, mas pulou cerca de 04 muros e tomou destino ignorado. A vítima foi conduzida para a delegacia, onde foi ouvida. Em depoimento ao Delegado, ela relatou que estava presa em casa há 03 (três) meses e que durante todo esse tempo seu companheiro a agredia fisicamente com muros e pontapés, além de ter sido estuprada por aproximadamente 10 (dez) vezes por seu companheiro, que a forçava a fazer sexo com ele mediante ameaça com uma faca peixeira.

Após ser ouvida, a jovem foi encaminhada juntamente com seus pertences para a residência de familiares. Ela também recebeu encaminhamento para ser atendida por uma equipe de psicólogos da Secretaria de Saúde do município de Ipirá.

Apesar de ter fugido o suspeito já foi identificado pelos investigadores da Policia Civil e consta que ele tem uma passagem recente na delegacia.

ATENÇÃO: Qualquer informação sobre o cometimento de delitos, imagens de ocorrência de crime, fotográficas comunique a Polícia civil de Ipirá através do WhatsApp no disque denúncias (75) 3254–3555.

Com informações do Delegado Azevedo e equipe.

Sem Comentários

Deixe uma Resposta

*

*