photo (6)

Menina de 9 anos encontrada morta em parque foi estuprada, aponta perícia

A perícia constatou que a menina Raíssa Eloá Caparelli Dadona, de 9 anos, foi estuprada e morta por asfixia mecânica, no dia 29 de setembro, no Parque Anhanguera, na Zona Norte de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil,  o resultado do cruzamento do material biológico encontrado na menina com o do DNA do menino de 12 anos que confessou o crime ainda está sendo aguardado.

Com o resultado do teste de DNA será possível comprovar se o adolescente cometeu o crime sozinho, ou se teve ajuda de outra pessoa. Dois laudos concluíram que a menina foi espancada, estuprada e morreu sem conseguir reagir.

Por decisão da Justiça, o adolescente foi apreendido na Fundação Casa e vai ficar 45 dias no programa de internação provisória da fundação casa, até que a investigação seja concluída.

AratuOn

Sem Comentários

Deixe uma Resposta

*

*